Proposta pedagógica

A ação educativa – como qualquer outra ação humana – é movida por crenças, valores e princípios que referenciam e direcionam opções, decisões e atitudes. Estes princípios advêm de concepções – filosóficas, antropológicas, sociológicas e outras – que integradas fundamentam a visão de mundo, de pessoa, de sociedade e se revelam na prática.

A espiritualidade de Francisco de Assis, sua maneira de viver o Evangelho e ver o mundo à Luz de Jesus Cristo inspiram a proposta da Associação Cultura Franciscana para sua ação educativa estruturada no atual Sistema Educacional Franciscano (SEFRAN).

Educar, nesta instituição, pressupõe o preparo amoroso e intenso das ações dentro de uma herança que abre “caminhos ao andar”, propiciando comunitariamente experiências formativas que permitam a interação e a convivência, tendo em vista o pluralismo, o respeito, a fraternidade cósmica, a efetivação da “ecopedagogia”, viabilizando novas criações e recriações pelo saber que produzem outros “sabores”. Aceitar esse desafio exige uma tomada de consciência da importância e necessidade do conhecimento e do saber.

Conhecimento/saber que se constrói por meio de estudo, leitura, reflexão, troca de experiências e participação em diferentes espaços formativos que favoreçam, além da aquisição de informações, o desenvolvimento da pessoa em todas as suas potencialidades.

A Proposta Pedagógica do Colégio Franciscano Santo Inácio pretende ser uma ‘tradução’ atual do ideal de Francisco de Assis, em função das necessidades e possibilidades educativas diante da realidade e dos desafios contemporâneos, promovendo espaços de formação de pessoas/cidadãs de Bem e de Paz geradoras de uma sociedade, mais humana, justa e fraterna.

Sistema de Avaliação

A avaliação do processo será contínua e cumulativa, desenvolvida pelo docente e os discentes no decurso do período letivo, nos momentos e situações mais convenientes, utilizando diversos instrumentos.

Compreende a apuração da assiduidade, aprendizagem, competências e habilidades do discente, levando-se em consideração os conteúdos conceituais, procedimentais e atitudinais.

Os resultados do processo da aprendizagem serão aferidos por meio de diversas verificações, com vários instrumentos e acompanhados do replanejamento permanente do professor segundo as necessidades apresentadas.

Os alunos que apresentarem rendimento insuficiente participarão de processos de recuperação imediatas e paralelas, tão logo sejam detectadas as dificuldades, e ao final de cada trimestre em data pré-estabelecida no calendário escolar.